Adeus Pequim, Olá Londres!!!

Segue-se Londres 2012. Não vai ser fácil superar os Jogos Olímpicos de Pequim. Uma organização eficiente e resultados desportivos muito relevantes, com novas marcas mundiais e olímpicas que são difíceis de igualar. Para Londres fica também a esperança do regresso de Phelps e Bolt. Para Portugal, a experiência revelou que também se devem gerir as expectativas.

Plano desportivo: Cinco recordes mundiais, 16 olímpicos e 21 melhores marcas mundiais do ano espelham bem o alto nível atlético dos Jogos Olímpicos de Pequim2008. Antes do torneio alguns criticavam as condições onde os atletas competiam. Poluição, temperatura, humidade e diferença horária para os atletas ocidentais mas, os resultados mostram que, no plano desportivo, os Jogos de Pequim criaram boas condições para a melhoria das marcas mundiais e olímpicas. Duas figuras destacaram-se neste jogos: O jamaicano Usain Bolt, autor de dois inimagináveis recordes mundiais (100 e 200 metros) e ainda ajudou num terceiro (4×100 metros). A outra figura foi o norte-americano Michael Phelps. Ganhou todas as provas de natação onde participou. Com as 8 medalhas de ouro, ultrapassando o recorde mítico de Mark Spitz, ao fim de 36 anos

Organização: Os chineses empenharam-se e o resultado evidencia que o esforço valeu a pena. Não houve problemas de maior na organização e a imagem da China, neste plano, não foi afectada. Pelo contrário. Os problemas políticos, da ocupação do Tibete e da violação dos Direitos Homem ficaram num plano secundário e não afectaram significativamente a imagem dos Jogos de Pequim .

Portugal em Pequim: Com uma medalha de ouro e outra de prata, Portugal alcançou o seu melhor resultado de sempre nos Jogos Olímpicos Pequim2008, hoje concluídos, mas a delegação apenas cumpriu metade do objectivo de quatro a cinco medalhas e 60 pontos.

Se as medalhas ficaram pela metade do limite inferior do objectivo, os pontos ainda ficaram ligeiramente abaixo, uma vez que Portugal somou 28, resultantes de um primeiro lugar (oito pontos), um segundo (sete), um quarto (cinco), dois sétimos (dois) e quatro oitavos (um).

(noticia retirada de http://olimpicos.sapo.pt/info/artigo/848651.html-25/08/2008)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: